Arquitetas empreendedoras inovam com aplicativo de realidade aumentada

As empreendedoras Aline Rocha, 23, e Amanda Gouveia, 24, se conheceram enquanto cursavam arquitetura no Centro Universitário Belas Artes (SP).

Próximas ao final da graduação, elas resolveram empreender e fundaram a Arqui 4D, uma startup de inovação no setor da arquitetura e da construção civil, que trabalha com modelagem digital e transforma projetos a partir de um aplicativo de realidade virtual e aumentada.

“A gente teve esse ideia, porque, como não éramos formadas ainda, não podíamos fazer o projeto em si. Então a gente desenvolvia a modelagem para os escritórios, que acabou se tornando um diferencial, porque fazíamos com realidade aumentada”, explica Amanda.

Hoje, o desafio das jovens é mostrar para os clientes como os serviços da startup, baseados em inteligência artificial, tornam mais simples os trabalhos dos escritórios de arquitetura.

Antes, porém, elas relembram que a resiliência de ambas foi determinante para colocar a Arqui4D no mercado: “Todos os momentos em que a gente teve uma chance, a gente correu atrás dessa chance e foi até o final”, relembra Aline.

“Criatividade é você conseguir transformar algo que outras pessoas conseguem fazer em algo único, em algo especial de verdade. A tecnologia da realidade aumentada já existe há muitos anos, mas ninguém conseguiu utilizar ela no Brasil dessa forma como a gente está utilizando [na Arqui4D]”, ressalta Amanda.

Confira os principais trechos da entrevista exclusiva:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *