Artista traduz pichação para valorizar a arte urbana

Alguma vez você já tentou entender o que uma pichação quer dizer? O francês Mathieu Tremblin certamente sim. No computador, ele as traduz e cria uma nuvem de palavras nas fontes Arial, Georgia, Helvetica e Times New Roman.

Pichação com palavras ilegíveis para a maior parte das pessoas...

Pichação com palavras ilegíveis para a maior parte das pessoas…

...é ressignificado pelo artista Mathieu Tremblin

…é ressignificado pelo artista Mathieu Tremblin

…são traduzidas pelo artista francês Mathieu TremblinSegundo Tremblin, os grafites se tornaram o patinho feio das artes urbanas de forma injusta. “Minha ideia é fazer uma homenagem à escrita espontânea para que as pessoas aceitem sua presença visual”, disse, em entrevista ao site do The Guardian.

Usando tradicionais fontes do ambiente virtual, o francês não só dá legibilidade às palavras, ainda que elas não façam muito sentido, mas também faz com que o emaranhado de letras pareça com uma nuvem de palavras da internet. Com essa percepção, ele também faz uma comparação lúdica entre as tags digitais e físicas.

O artista visual, conhecido com tradutor de grafites, acredita que as pichações são uma resposta a um espaço urbano cada vez mais consumista nas cidades francesas, com publicidade estampada em todas as superfícies. “Tanta imagem reduz a expressão individual dos cidadãos a uma simples questão de escolha entre marcas”, avalia.

Mathieu Tremblin faz selfie em frente ao Rio Reno, na França

O francês Mathieu Tremblin

É possível conhecer o trabalho e acompanhar o dia a dia de Mathieu Tremblin em seu Instagram e em seu site profissional Demo de Tous Les Jous (Demonstração de Todos os Direitos, em tradução livre).

Leia também: Artista usa grafite para pagar aluguel de imóveis pelo Airbnb

Por QSocial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *