Criatividade na gestão faz um Carnaval campeão

“Criatividade para nós significa ter uma atitude diferente em relação a um problema, resolvê-lo de uma forma inédita ou de uma maneira melhor. É assim que a gente aplica a criatividade na prática do carnaval”.

Ensaio técnico da Acadêmicos do Tatuapé no Sambódromo do Anhembi

Essa é a concepção do publicitário Eduardo Santos, presidente da Acadêmicos do Tatuapé, escola campeã do carnaval de São Paulo em 2017. A criatividade posta a serviço de uma gestão inovadora foi uma das ferramentas que ajudaram a trazer o primeiro título da história da agremiação da zona leste paulistana.

A escola tem por princípio uma relação orgânica com a sua comunidade. Para reforçar esses laços, uma das ações que a atual gestão (Eduardo está em seu segundo mandato) efetivou foi a não venda de fantasias para terceiros. Se você quiser desfilar na Tatuapé, terá que compor o quadro de associados, que hoje conta com 5.000 pessoas. Com o pagamento das mensalidades, o sócio possui o direito de desfilar com o figurino no dia do carnaval.

E mais: após os desfiles, os adereços são devolvidos e reaproveitados pela escola, gerando uma nova fonte de financiamento. “De R$ 4 milhões que pode custar um carnaval, eu consigo recuperar R$ 800 mil somente com as fantasias”, explica Eduardo.

Eduardo Santos, presidente da Acadêmicos do Tatuapé

“Os resultados positivos são indicadores de que a gente pode estar no caminho correto. Não nos limitamos a copiar os modelos, mesmo sabendo que os resultados de uma cópia seriam legais. A gente procurou uma alternativa”, pontua.

A criatividade da escola campeã de 2017 foi reconhecida por 56 juízes, que avaliaram uma série de nove quesitos durante os 65 minutos de performance nos 530 metros do Sambódromos do Anhembi.

Eduardo destaca o trabalho coletivo como elemento determinante para alcançar o posto máximo do último campeonato e projeta mais um carnaval de sucesso.

“Nós vamos fazer mais uma vez o melhor desfile das nossas vidas. O público pode esperar um desfile mais emocionante do que o do ano passado. Essa é uma meta que a gente vai cumprir. A novidade está no conjunto, que é o que faz aquilo ser bonito, fantástico e emocionante”, diz.

A Acadêmicos do Tatuapé entra na avenida no primeiro dia de desfiles, na madrugada de sexta para sábado, às 3h35, com o enredo Maranhão: Os tambores vão ecoar na terra da encantaria.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *