Monitor de Irrigação utiliza conceitos de IoT para otimizar produção no campo

O Instituto Cesar, do Recife (PE), lançou um monitor de irrigação para acompanhar o trabalho do pivô central – maquinário comum no agronégócio , que funciona baseado em conceitos de Internet das Coisas (IoT, acrônimo para Internet of Things).

Através de ondas de rádio, o equipamento, que foi apresentado em outubro de 2017 na Futurecom, envia informações sobre o consumo de água, energia e eventuais falhas do pivô para um painel de controle e centro de dados na sede da fazenda.

De lá, os dados são enviados via internet e podem ser acompanhados em tempo real, 24 horas por dia, por smartphone, tablet ou computador.

Os pesquisadores afirmam que, além do alto preço, os sistemas tradicionais de irrigação em culturas extensivas não exercem todo o seu potencial produtivo devido aos desperdícios e controle irregular do histórico produtivo.

Com o Monitor de Irrigação Cesar, a expectativa é a de multiplicar a produtividade do agronegócio em até quatro vezes.

Com informações do jornal O Estado de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *