Rappers brasileiros se transformam em super-heróis de HQs

O artista paulista Wagner Loud criou a série Rap em Quadrinhos, que transforma grandes nomes nacionais dessa vertente da música em super-heróis de histórias em quadrinhos (HQs).  

“A ideia é levar o projeto para frente, fazendo exposições, mostrando para o pessoal que o rap e a cultura pop sempre andaram juntas”, comentou Wagner no Instagram.

 

Emicida como Homem-Aranha

 

A iniciativa de colocar os personagens em capas de HQs é uma parceria com o youtuber Load, que é o responsável pelas sugestões dos personagens fictícios que cabem melhor para cada rapper. 

Em todo post, Wagner Loud também faz questão de contextualizar o que inspirou a escolha final de cada homenagem, como no caso da rapper Negra Li.

“Essa é nossa Diva! @negrali como Tempestade pra série ‘Rap em Quadrinhos’. Não poderíamos deixar ela de fora. Grande ícone do Rap Nacional. Tão importante quanto a Tempestade é para os X-Men”, disse.

 

Negra Li como Tempestade

 

A série vai contar com dez capas de HQs. Além do Emicida (Homem-Aranha) e da Negra Li (tempestade) acima, nomes como Mano Brown (Pantera Negra), Sabotage (Dr. Manhattan), Black Alien (Doutor Estranho) e Drik Barbosa (Riri Williams) já foram retratados. Confira:

 

Mano Brown como Pantera Negra

 

Sabotage como Dr. Manhattan

 

Black Alien como Doutor Estranho

 

Drik Barbosa como Riri Williams

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *