Transtornos mentais viram elementos de tabela periódica

Às vésperas da prova de química no colégio ou nos estudos para o vestibular, surgem até frases estrambólicas para decorar as famílias da tabela periódica, do tipo “Hoje li na cama Robinson Crusoé em francês”. Outra tabela nos mesmos moldes, porém com outros elementos, não exige nenhum tipo de decoreba; muito pelo contrário: sua função é a de levar a um entendimento bem mais amplo dos transtornos mentais catalogados pelos psiquiatras.

A tabela periódica de transtornos mentais é porta de entrada para um guia informativo sobre os distúrbios

A tabela periódica de transtornos mentais é porta de entrada para um guia informativo sobre os distúrbios

A iniciativa visa informar sobre características e formas de tratamento de distúrbios que ainda são muito estigmatizados e pouco conhecidos pela população.

A tabela periódica dos transtornos emocionais elenca 56 deles, dispostos nos famosos quadradinhos coloridos e divididos por categoria, como os de ansiedade, obsessivos, alimentares, de personalidade, de humor e depressivos, entre outros tipos.

Na verdade, a tabela é porta de entrada para um guia de 171 páginas que destrincha as propriedades de cada um dos 56 transtornos. Ao clicar no “elemento” sobre o qual se quer saber, o sistema leva o internauta para a página específica do distúrbio, onde há informações a respeito de seus sintomas e tratamento, além de estatísticas e dicas para o convívio com os pacientes que sofrem com o problema.

O guia foi elaborado pela Vittude, plataforma que conecta psicólogos e pacientes em várias cidades do país, e sinaliza que a saúde mental requer muito mais que frases feitas para “passar na prova”: exige uma compreensão muito mais elaborada dos quadros que a comprometem.

Leia também: Café budista oferece experiência de quase morte

Por QSocial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *