Videoclipe brasileiro alcança 1 bilhão de views no YouTube

O funkeiro MC Fioti e o diretor KondZilla ultrapassaram a marca de 1 bilhão de visualizações no YouTube com o videoclipe do funk Bum Bum Tan Tan.

Até o fechamento desta matéria, o vídeo, que foi lançado no dia 8 de março de 2017, com custo de R$ 30 mil, somava 1.002.547.305 de visualizações na maior rede social de vídeos do planeta.

De acordo com a produtora KondZilla (maior canal do YouTube brasileiro especializado em artistas do funk), dois terços da origem do público que assistiu ao videoclipe nos últimos 18 meses está no exterior.

França, Colômbia, Argentina, Turquia, México e Índia figuram nas seis primeiras colocações dos estrangeiros que curtiram a flauta do compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750) sampleada com a batida do funk brasileiro.

“Graças a Johann Sebastian Bach que a música é mundial. Graças a Deus eu encontrei essa flauta. Eu comecei a ver que estava estourando lá fora [do país] quando vi que uns caras da Indonésia estavam fazendo a coreografia”, relembra MC Fioti, de apenas 24 anos, autor da canção.

Para o compositor Max Viana, a internet democratizou ritmos e aproximou públicos inesperados, como no caso de Fioti, uma vez que a mediação da indústria fonográfica já não é prioritária para fazer um artista ou hit de sucesso mundial.

“A internet deu acesso para o público conhecer uma coisa diferente, que não tinha espaço nas rádios e nos veículos tradicionais, e também para o artista poder encontrar esse público”, diz.

Em termos de comparação, o segundo videoclipe brasileiro mais visto no YouTube é Ai Se Eu Te Pego, do sertanejo Michel Teló, também sucesso internacional, porém de julho de 2011 (mais de sete anos atrás), com 865 milhões de visualizações.

Confira o vídeo produzido pela KondZilla com o depoimentos de outros críticos e especialistas:

Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *